Uma Conversa Exclusiva com o Criador do Projeto Bolívia Cultural, Destaque Cultural no Brasil e no Mundo

Publicado em 11/11/23 às 15:30h
Atualizado em 12/11/23 às 15:25h

A história do boliviano Antonio Andrade Vargas, que mora em São Paulo a 30 anos, é uma narrativa fascinante de sucesso, dedicada à construção de pontes entre culturas andinas, amazônicas e litorâneas atlânticas. O boliviano visionário é o criador do projeto Bolívia Cultural & Planeta América Latina “Um Caldo Cultural dos Mil Povos no Brasil”, projeto que se destaca como o mais bem-sucedido em termos de impacto social e cultural nos cenários brasileiro, boliviano e sul-americano.

Antonio-BC
O Bolívia Cultural criado a 16 anos, foi pauta de uma entrevista marcante no Podcast UemCast, liderado com maestria por Jacob, testemunhou os primeiros passos de Andrade nos corredores dos colégios de primária, onde suas raízes cristãs e católicas foram entrelaçadas com a cosmovisão andina. Essa identidade, trazida da Bolívia para o Brasil, moldou uma visão única e profunda do mundo para Antonio, uma visão que o inspirou a combater ativamente os preconceitos enfrentados pelos imigrantes bolivianos e latino-americanos.

eab-artistas
Em suas palavras, Andrade ressalta a importância de dissipar a falta de informação sobre a cultura e história dos imigrantes, e enfatiza a beleza dessa riqueza cultural que, uma vez revelada, é abraçada com amor pelos brasileiros. A Campanha Internacional EU AMO BOLÍVIA, promovida incansavelmente por mais de 12 anos, tem sido uma força motriz por trás dessa mudança de percepção, conquistando milhões de admiradores da cultura boliviana, tendo incursionado por muitos países distantes do planeta.

infografico-2023O projeto não se limita a iniciativas de conscientização, mas se expande organicamente, gerando subprojetos e campanhas. Esse ecossistema vibrante, segundo Andrade, tem vida própria, e seu trabalho é orientado pelo propósito nobre de fortalecer as culturas da região, um ideal procurado e alcançado com sucesso na rede pública de educação através das campanhas do projeto.

Durante a entrevista, Andrade e Jacob exploraram a importância do conhecimento e do trabalho comunitário, destacando o notável desempenho dos alunos bolivianos nas escolas públicas e privadas do Brasil. A crença inabalável de Antonio no potencial da comunidade boliviana, unida para um crescimento exponencial, reflete não apenas um sentido de orgulho, mas também a convicção de que o futuro pertence a eles.

O ponto alto da trajetória de Antonio, foi a homenagem emocionante do boliviano com sua mãe, numa entrevista realizada em primeiro de maio de 2018, Dia Internacional do Trabalhador, a transmissão foi diretamente do Brasil para a Bolívia via plataforma Zoom, Antonio teve a oportunidade ímpar de expressar seu profundo reconhecimento à figura que moldou sua trajetória de vida: sua mãe. No meio da transmitido ao vivo para toda a nação boliviana, sabendo que sua mãe Rosa Vargas, estava assistindo, decidiu desviar-se da pauta da entrevista para dirigir palavras sinceras e emocionadas à mulher que o inspirou desde sempre.

mamisLaços Inquebráveis: Antonio Andrade e sua mãe, Rosa Vargas Chuilla, durante uma visita emocionante em São Paulo. - Foto Juan Carlos Villegas.

Ele compartilhou lembranças preciosas de sua mãe, que sempre lhe dizia para ser o melhor no que escolhesse fazer, seja como pedreiro, médico, engenheiro ou em qualquer outra profissão SEJA SEMPRE O MELHOR. Com um coração transbordando de amor e reconhecimento, Antonio proclamou “LEMBRAS MÃE VOCÊ FALAVA SEJA O MELHOR, HOJE TENHO CRIADO O MELHOR PROJETO DO MUNDO GRAÇAS A VOCÊ!” segundo Ruth, irmãs de Antonio, a mãe deles não parava de chorar de alegria e surpresa.

Ele atribuiu esse sucesso à base sólida proporcionada por sua mãe, destacando a importância de amar suas origens, sua identidade e de fortalecer os laços com sua terra natal, “tenho orgulho da minha PACHA da minha CHAMA, MEU AJAYU É FORTE! e mostro isso por onde vou” afirmou Andrade.

ECA-USP
Esse momento sublime não apenas adiciona uma camada emocional à história do boliviano, mas também destaca a influência positiva e duradoura que uma mãe pode ter na vida de um indivíduo. É uma homenagem sincera à educação, aos valores familiares e à jornada pessoal e profissional que moldaram Antonio em um defensor apaixonado da cultura boliviana e um líder em projetos sociais impactantes.

O profundo sentimento de orgulho que Antonio Andrade Vargas nutre por suas raízes e pela comunidade que representa remonta à sua infância, enraizando-se em experiências marcantes. Com um entusiasmo evidente, Andrade compartilha que desde tenra idade, cultivou um orgulho intrínseco por sua origem, guiado pelas influências fundamentais de seus pais.

Rosa Vargas, mãe de Antonio, natural de Sorata, e Angel Andrade, seu pai, oriundo de Copacabana, ambos pertencentes ao departamento de La Paz na Bolívia, desempenharam papéis significativos em sua formação. Suas raízes familiares e culturais serviram como alicerces essenciais para a construção da identidade e valores de Andrade.

Ao falar sobre sua mãe, que era comerciante, Andrade destaca a singularidade de sua profissão sempre que possível. Em contraste com os amigos que mencionavam pais médicos, contadores ou engenheiros, Andrade inflava o peito com orgulho e afirmava: “MINHA MÃE É COMERCIANTE, ELA VIAJA PARA MUITOS PAÍSES DO MUNDO.” Essa declaração não apenas reflete um profundo respeito pela ocupação materna, mas também revela a diversidade de experiências culturais que sua mãe proporcionou, influenciando diretamente sua visão de globalização.

Ele destaca uma lição valiosa que seu pai lhe transmitiu desde cedo: “Quando cumprimentar uma pessoa, dê a mão com firmeza e olhe nos olhos; nunca abaixe o olhar.” Essa recomendação tornou-se um lema que Andrade adotou com dedicação ao longo de sua vida. A firmeza no aperto de mãos e o contato visual direto não são apenas gestos de cortesia, mas princípios que refletem respeito, integridade e confiança. Essa lição transcende a etiqueta social; é um lembrete constante da importância de se relacionar com os outros de maneira autêntica, demonstrando respeito mútuo e construindo conexões significativas.

Gazeta
Andrade é um firme crente na força da comunidade boliviana no Brasil, e ele expressa sua confiança na capacidade de crescimento exponencial quando unidos. Com um orgulho palpável, Andrade proclama que o futuro pertence à comunidade boliviana no Brasil, desde que compreendam a importância da unidade.

CULTURA DE PAZ

O projeto em constante expansão é alimentado pelo propósito fundamental de fortalecer a CULTURA DE PAZ. Este propósito transcende fronteiras geográficas e é um anseio compartilhado por muitos ao redor do mundo. O trabalho incansável de Andrade nesse sentido tem sido notável, especialmente nas campanhas EU AMO BOLÍVIA, que encontraram uma recepção positiva e significativa na rede pública de educação no estado de São Paulo.

MENINA-BC-FULL
Nesta caminhada de promoção da Cultura boliviana, o projeto realizou mais de 160 palestras em escolas colégios da rede publica paulista, esta semana por exemplo foi muito gratificante, tive a oportunidade de realizar 3 palestras, ver o brilho nos olhos de crianças e professores, não tem preço! … ficou marcado o dia em que após de uma palestra numa escola na zona leste de São Paulo, uma menina boliviana puxou meu braço e me diz que queria gravar uma fala dela… prontamente ela falou, Depois Da Tua Palestra TENHO ORGULHO DA MINHA ORIGUEM! TENHO. ORGULHO DE SER BOLIVIANA … não tem preço que pague este momento mágico subliminar?” complementou Andrade.

EAB-CAPA
A CULTURA DE PAZ, um ideal muitas vezes buscado, mas nem sempre alcançado, encontra um lar na visão de Andrade. Suas campanhas, como EU AMO BOLÍVIA, têm desempenhado um papel fundamental na disseminação de valores de compreensão, respeito e colaboração, essenciais para a construção de uma sociedade pacífica e inclusiva.

O sucesso dessas campanhas na rede pública é um testemunho não apenas da eficácia das estratégias de Andrade, mas também do apelo universal por iniciativas que promovam a paz e celebrem a riqueza cultural das comunidades imigrantes. O ecossistema em evolução que Andrade cultivou não só reflete sua visão de mundo, mas também serve como um farol inspirador para outros que buscam promover mudanças positivas e duradouras em suas comunidades.

Assim, os projetos de Antonio Andrade Vargas não apenas são projetos singulares, mas uma força dinâmica impulsionada pela convicção de que a construção de uma CULTURA DE PAZ é um objetivo alcançável e vital para o crescimento e bem-estar globais. O legado de Andrade reside não apenas nos resultados tangíveis de suas campanhas, mas na semente plantada para um futuro onde a paz e a compreensão floresçam em todos os cantos do mundo.

Compartilhe esta postagem:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp
Email
Print