Uma Tradição Viva: O Carnaval Boliviano em São Paulo, Expressão Autêntica da Diversidade Cultural e Herança Boliviana!

Publicado em 10/02/24 às 18:30h.
Atualizado em 10/02/24 às 19:35h.

O Carnaval Boliviano deixou suas marcas nas ruas do Bom Retiro, em São Paulo, no último domingo, 4 de fevereiro de 2024. O Carnaval Boliviano que já se tornou uma tradição na capital paulista, é um verdadeiro reflexo da rica herança cultural boliviana e da diversidade que enriquece as ruas da cidade.

A comunidade boliviana faz parte do carnaval de Rua a mais de cinco anos na capital paulista

A folia teve início por volta das 13:00 e se estendeu até às 18:00, os foliões, entre bolivianos, filhos de bolivianos e representantes de outras nacionalidades como peruanos, brasileiros e chilenos. O Carnaval Boliviano é uma fusão de energias que harmoniza o catolicismo com a cosmovisão andina, amazônica e afro-boliviana, e foi marcado pela tradicional procissão das Virgens do Socavón, de Copacabana e de Urkupiña, prestigiada pelos “Prestes 2024 do folclore boliviano” e pelo padre da igreja Santo Antonio do Pari.

ACFBB-02

As danças folclóricas, representadas por 18 grupos de folcloristas, encantaram os espectadores com suas coreografias e cores vibrantes, destacando a diversidade cultural da Bolívia. Destacando: Waca Waca, Tinkus, Caporal, Pepinos, Chutas, Potolitos, Salay, Carnavalito Cochabambino, tarqueada, kantus, diabada e Taquipayanaku – danças bandeira da Bolívia que trouxeram à tona a riqueza e o esplendor de uma cultura reconhecida pela UNESCO como patrimônio imaterial da humanidade.

A organização, a cargo da Associação Cultural Folclórica Bolívia Brasil (ACFBB), destacou a importância do cumprimento das normativas da Prefeitura de São Paulo, garantindo a segurança e a integridade física dos participantes. Durante o desfile, foi proibido o consumo de bebidas alcoólicas, e apenas vendedores credenciados pela prefeitura puderam oferecer alimentos e bebidas.

Segurança com os dançarinos e público em geral

A segurança dos dançarinos e do público tem sido uma prioridade constante para a organização do Carnaval Boliviano. Nos últimos três anos, um esforço contínuo de educação tem sido realizado para conscientizar o público sobre a importância de não jogar espuma nos dançarinos durante o desfile.

Essa conscientização se deve ao fato de que os produtos químicos presentes na espuma podem causar alergias na pele, problemas oftalmológicos e até mesmo danificar as fantasias dos folcloristas. Portanto, é essencial que o público compreenda os potenciais danos e respeite os participantes do desfile.

Essa abordagem proativa em relação à segurança e ao bem-estar dos participantes demonstra o compromisso da organização em promover uma celebração cultural inclusiva e memorável.

ACFBB-03

Pré-Carnaval Boliviano

Este ano, o Carnaval Boliviano em São Paulo foi denominado de “Pré-Carnaval”, uma vez que muitos dos dançarinos viajam para participar do carnaval tradicional na Bolívia. Mesmo assim, a adesão e o entusiasmo do público paulistano foram gratificantes, conforme ressaltado por Judith Sinaniz Barrenechea, presidente da ACFBB.

Além disso, a organização contou com o apoio da Subprefeitura da Sé, CET e Limpeza Urbana, garantindo uma estrutura adequada e agradável para todos os participantes.

O Carnaval Boliviano não é apenas uma festa, é um símbolo de integração, diversidade e respeito cultural que enche as ruas de São Paulo de alegria e cores. E, mais uma vez, foi um sucesso absoluto!

fotos – Kevin

VEJA TAMÉM
AMIGA

GUIA

Compartilhe esta postagem:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp
Email
Print