Sete fatos interessantes sobre a deliciosa PASANKALLA boliviana

1.- A PASANKALLA é feita de vários tipos de grãos de milho que contêm carboidratos, vitaminas A, B1, B2, B3, B6, B9, E e C, fibras, potássio, magnésio, ferro, cálcio, zinco, sódio e fósforo.

2.- Embora que a Doce Iguaria seja típica da cidade de Copacabana em La Paz, também é conhecida no leste da Bolívia como pororó e na Argentina como tutucas.

3.- Mesmo antes da colônia espanhola, os indigenas já faziam o milho tufado em panelas de barro.

PASANCA-1

4.- O procedimento para a sua preparação consiste em aquecer a água do grão do milho a altas temperaturas, o que provoca o estouro.

5.- Para a sua preparação, primeiro secam-se os grãos e depois cozinham-se em pequenos fornos rotativos. Depois de cozido, o forno é aberto repentinamente e a pasankalla é estourada com força.

6.- A técnica utilizada para este preparo foi descoberta acidentalmente pelo cientista americano Alexander P. Anderson ao teorizar sobre a água presente nos grãos de arroz.

PASANCA-cholita

7.- Embora o produto tenha sido industrializado e exportado para os Estados Unidos e Europa, mantém-se sua preparação artesanal na Bolívia, assim como sua venda nos diferentes mercados do país.

fonte: Bolivia 360

Compartilhe esta postagem:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp
Email
Print