Descubra a beleza e a importância do DIAMANTE AZUL da América do Sul: o lago Titicaca!

A beleza natural do lago Titicaca é incomparável. Suas águas cristalinas refletem as montanhas que cercam o lago, criando uma paisagem de tirar o fôlego. Mas sua importância vai muito além da sua beleza. O lago Titicaca é um importante reservatório de água doce, responsável pelo abastecimento de milhões de pessoas na região.

copacabana-fullCopacabana é a principal cidade do entorno do Lago Titicaca na Bolívia, de onde saem os barcos que fazem a visita à Ilha do Sol, uma ilha sagrada dos Incas.

O Titicaca (na grafia hispanizada) ou Titiqaqa (quéchua) é um lago localizado nos Andes, na fronteira entre o Peru e a Bolívia. É o maior lago em volume de água na América do Sul, com cerca de 8300 km². Embora o Lago de Maracaibo, na Venezuela, tenha uma área de superfície maior, é considerado uma grande baía salobra devido à sua ligação direta com o oceano.

O Titicaca é frequentemente considerado o lago navegável mais alto do mundo, já que sua superfície está a 3.821 metros acima do nível do mar. Embora isso se refira à navegação de grandes embarcações, geralmente é considerada a navegação de embarcações comerciais. Durante muitos anos, o maior navio a flutuar no lago foi o SS Ollanta, de 2.200 toneladas e 79 metros de comprimento. Atualmente, o maior navio a navegar pelo lago é o Manco Capac, operado pela PeruRail, que atracou em 17 de junho de 2013, no pier da Ollanta. Pelo menos duas dezenas de corpos d’água em todo o mundo estão em altitudes mais elevadas, mas todos são muito menores e mais rasos do que o Titicaca.

O lago está localizado no altiplano dos Andes, na fronteira entre o Peru e a Bolívia, e tem uma profundidade média de 140 a 180 metros e uma profundidade máxima de 280 metros. Sua extensão e largura máximas são 190 km e 80 km, respectivamente. Mais de 25 rios desaguam no lago Titicaca, e o lago tem 41 ilhas, algumas densamente povoadas.

O Titicaca é interessante por causa da população que vive nos Uros, nove ilhas artificiais. Essas ilhas se tornaram uma grande atração turística no Peru, atraindo excursões da cidade de Puno. Outra ilha, Taquile, é outra grande atração turística, apresentando uma comunidade indígena. Os habitantes de Taquile são conhecidos por seus produtos têxteis feitos à mão, considerados entre as melhores manufaturas do Peru.

O lago Titicaca é alimentado pela água das chuvas e pelo degelo das geleiras que rodeiam o altiplano. É um lago de água doce, pois não é o destino final da bacia endorreica na qual está inserido, já que tem como vertedouro o rio Desaguadero, que corre para o sul através da Bolívia até o Lago Poopó, que tem água salgada. No entanto, este defluente é responsável por menos de cinco por cento da perda de água, o resto ficando por conta da evaporação devida aos ventos intensos e à exposição extrema à luz do sol nesta altitude.

O nome do lago Titicaca tem uma origem incerta e ainda é objeto de debate entre os estudiosos. A teoria mais aceita é que o nome Titicaca vem da combinação das palavras Quíchua e Aimará, duas línguas indígenas locais. A palavra “titi” em Quíchua significa puma, enquanto “caca” em Aimará significa pedra. Portanto, o nome Titicaca poderia ser traduzido como “Pedra do Puma”.

Além disso, o lago Titicaca é conhecido por diferentes nomes em diferentes regiões. Por exemplo, na Bolívia, a parte sudeste do lago é separada do resto do lago pelo estreito de Tiquina, e os bolivianos chamam essa pequena parte de Lago Huinaymarca e a parte maior de Lago Chucuito. Já no Peru, essas partes pequena e grande são conhecidas como Lago Pequeño e Lago Grande, respectivamente.

titicaca-turismo-22
Independentemente de sua origem, o lago Titicaca é um local de grande importância histórica e cultural para as populações indígenas que vivem em suas margens. Suas águas cristalinas, ilhas flutuantes e vistas deslumbrantes tornam o lago um destino popular para turistas de todo o mundo.

CLIMA

Além disso, as temperaturas no lago Titicaca podem ser bastante frias durante todo o ano, com médias variando de 5 a 10 graus Celsius. Durante o inverno, as temperaturas podem chegar a ficar abaixo de zero grau Celsius, enquanto no verão, a temperatura média pode chegar a 15 graus Celsius. No entanto, as temperaturas na região são influenciadas pela altitude e podem variar significativamente dependendo da altitude em que se encontra.

Outro aspecto importante do clima do lago Titicaca é o forte vento que pode ocorrer na região, especialmente no final da tarde. Esse vento pode aumentar a sensação de frio e tornar as condições de navegação no lago mais difíceis.

O clima do lago Titicaca é caracterizado por variações extremas de temperatura e pluviosidade, influenciadas pela altitude e pela posição no lago. As tempestades de verão e os ventos fortes são características comuns na região.

BERÇO DOS INCAS

O lago Titicaca é, de fato, um lugar de grande importância histórica e cultural para os povos andinos, especialmente os incas. A lenda da criação dos incas nas águas do lago é apenas uma das muitas histórias que cercam o lugar. A verdade é que o lago sempre foi um centro de atividade humana na região, e há evidências de ocupação humana em suas margens há milhares de anos.

INCA-FULL
Os incas, em particular, consideravam o lago como um lugar sagrado e veneravam seus espíritos, chamados de “mallquis”. Eles construíram uma série de templos, santuários e cidades ao longo das margens do lago, incluindo Puno, Copacabana e Tiwanaku, que são hoje alguns dos principais destinos turísticos da região.

Além disso, o lago Titicaca era um importante centro de comércio e troca cultural entre as diversas tribos andinas. As rotas comerciais dos incas passavam pelo lago, conectando as comunidades das montanhas e planícies vizinhas. Hoje, os habitantes do lago continuam a preservar muitos aspectos da cultura andina, incluindo a língua, a música, a dança e as artes e ofícios tradicionais.

Em suma, o lago Titicaca é um tesouro cultural e histórico da região andina, um lugar sagrado e um centro de atividade humana desde tempos imemoriais. Para os incas, foi o berço de sua civilização, mas para todos os povos andinos, é um lugar de grande significado espiritual e cultural.

Compartilhe esta postagem:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp
Email
Print