A MARRAQUETA é considerada um dos melhores pães do mundo.

Publicado em 20/09/23 às 08:52h

O que faz a marraqueta se destacar é sua crocância irresistível e seu sabor singular e delicioso. Essas características únicas garantiram a ela um lugar de destaque entre os pães de todo o mundo, de acordo com a renomada guia culinária internacional “Taste Atlas”.

Em sua descrição, o Taste Atlas destaca que a marraqueta é o pão mais querido tanto no Chile quanto na Bolívia, e é comumente consumido até três vezes ao dia. Uma das marcas registradas desse pão é o acabamento crocante, resultado de sua meticulosa preparação.

marraquetas-2
A história da marraqueta é rica e intrigante. Acredita-se que sua origem remonte ao final do século XIX e início do século XX, quando um grande número de europeus emigrou para o Chile e a Bolívia. Curiosamente, muitas pessoas atribuem a honra de terem assado o primeiro pão marraqueta a dois irmãos franceses chamados Teran-Marraquett.

A marraqueta tem uma importância histórica e cultural significativa para os bolivianos. Historicamente chamado de “pan de batalla”, esse pão desempenhou um papel fundamental na alimentação da população mais pobre da Bolívia, mitigando a fome e, até hoje, é o alimento que compõe a principal refeição dos bolivianos.

A presença da marraqueta é peculiar nos lares bolivianos. Seja consumida sozinha, acompanhada por café com queijo, servida com uma sopa reconfortante, utilizada em sanduíches ou em diversas outras preparações culinárias, a marraqueta conquistou uma impressionante classificação de 4,6 de cinco estrelas e alcançou a 11ª posição no ranking do Taste Atlas. Esse ranking é conhecido por reunir a opinião de especialistas em culinária de todo o mundo, destacando a excelência deste pão.

marraquetas-1
Hoje em dia, uma expressiva população de bolivianos emigrou para outros países ao redor do mundo, e essas famílias de migrantes frequentemente mencionam a marraqueta com nostalgia, como um dos produtos mais saudosos de sua terra natal.

Não é a primeira vez que o Taste Atlas reconhece a culinária boliviana. Anteriormente, o “ají de língua” obteve a oitava posição no ranking de pratos com vísceras, evidenciando a riqueza e a diversidade da culinária boliviana.
Receita de Pão Marraqueta

Ingredientes:

1 cucharadita de sal
4 tazas de harina de trigo peneirada
2 tazas de água morna
2 cucharaditas de açúcar
2 cucharaditas de fermento fresco
Instruções:

Passo 1:
Em meia xícara de água morna, dissolva o fermento até que esteja completamente diluído.

Passo 2:
Adicione ao fermento dissolvido mais meia xícara de água morna e uma xícara de farinha. Misture bem. Deixe a massa descansar, coberta, em um local quente e ensolarado.

Passo 3:
Quando a massa tiver dobrado de tamanho e estiver cheia de bolhas grandes, adicione mais três xícaras de farinha, alternando com o sal e o açúcar, e uma xícara de água morna.

Passo 4:
Amasse tudo até obter uma massa uniforme e que não grude mais nas mãos.

Passo 5:
A massa não deve ficar dura, mas sim lisa e macia. Bata-a na mesa para dar-lhe uma consistência melhor.

Passo 6:
Polvilhe as formas do forno (tabuleiros) com farinha e coloque a massa em formas com o formato um pouco maior do que um punho, em forma alongada como um oval.

Passo 7:
Pré-aqueça o forno a 400°F (200°C).

Passo 8:
Deixe o pão descansar coberto com um pano por cerca de vinte minutos. Antes de levar ao forno, faça um corte raso ao longo de cada pedaço de massa, para dar a forma típica da marraqueta.

Passo 9:
Coloque as bandejas no forno pré-aquecido por cerca de 18 minutos ou até que o pão esteja dourado por cima.

Agora você pode desfrutar do sabor autêntico da marraqueta, um pão tradicionalmente boliviano, feito com amor e cuidado!

Compartilhe esta postagem:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp
Email
Print