Sabemos que a violência é outra das PANDEMIAS que mais faz vítimas durante esta quaretena.

A @smdhc_sp elaborou um material de divulgação sobre os serviços que mulheres vítimas de violência podem procurar para serem acolhidas e atendidas em segurança.

Publicado em

Sabendo das necessidades linguísticas da população imigrante, trabalhamos também na tradução desses materiais e outros, para que nossas mulheres migrantes possam se informar e entender que elas também tem o direito de acessar estes serviços.

Mujeres, Women e Femmes:



Casa da Mulher Brasileira
Aberta 24 horas
R. Viêira Ravasco, 26 - Cambuci, São Paulo - SP, 01518-030
(11) 3275-8000
prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/direitos_humanos/mulheres/equipamentos

Alojamiento provisorio para casos de muerte inminente y atención para mujeres con deficiencia auditiva.

Coordenação de Políticas para as Mulheres
de 08:00 a 18:00h, de lunes a viernes.
(11) 2833-4362
[email protected]
prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/direitos_humanos/mulheres/

Centros de Referência e Cidadania da Mulher
Atendimiento de 10:00 a 16:00h.
Consulte las direciones ene el sitio web de La Secretaria Municipal de Derechos Humanos y Ciudadania.
prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/direitos_humanos/


Llame al 180
Servivio 24 horas
Tu llamada puede ser anónima

Llame al 190
Polícia Militar
Servivio 24 horas

También puedes pedir ayuda en: Puestos Policiales (Comisarias), Delegacias de Defensa da Mulher o en los Puestos de Salud más próximos a du domicilio.

fonte:facebook.com/jennifer.anyuli
Vídeo: Campanha Yo Cuido a Mi Amiga

Deixe um comentário