O mito Ekeko: de Juan Cusicanki para a filha, Júlia

Quando cheguei ao Brasil em 1980, não tinha muito lugar para mim porque sou indígena, ainda há muita discriminação. Mas mergulhei na cultura brasileira e fui me profissionalizando.

Publicado em


Blog Somos Migrantes
vídeo publicado em 28 de ago de 2019

A Comunidade Boliviana da qual faço parte é a maior na Cidade de São Paulo. Nessa vídeo-carta performo EKEKO O MITO. Represento essa entidade da abundância, fruto da mitologia andina pré-colombiana. O "EKEKO" faz parte da mitologia "aymara" andina da Bolívia, Argentina, Peru e Equador.

Em 2017 O EKEKO, foi reconhecido como Patrimônio Imaterial Intangível da Humanidade pela UNESCO. E agora a comunidade boliviana em SP luta para preservar esse patrimônio, mesmo com todas as dificuldades que nós imigrantes temos em ter acesso aos editais da cultura e para trabalhar com arte e cultura popular fora de nossos países.

Deixe um comentário