Memorial da América Latina sedia lançamento do projeto "USP na comunidade" com unidades móveis para atividades culturais e científicas

O Memorial da América Latina foi o local escolhido para o lançamento das unidades móveis do projeto "USP na Comunidade". São duas carretas, dedicadas às áreas da Saúde e Ciência e da Cultura e Educação, que ficarão estacionadas na Praça da Sombra, ao lado do Prédio da Administração do Memorial da América Latina, de quinta (26) a domingo (29), das 10h às 16h.

Publicado em
Memorial da América Latina sedia lançamento do projeto

A iniciativa da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) dá início a uma programação futura que deverá ser desenvolvida fora dos campi da USP na capital e no interior. As atividades são baseadas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) em parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU). A meta é promover a integração com as comunidades locais e contribuir para melhorias na qualidade de vida, permitindo que docentes, estudantes de graduação e de pós-graduação, além de servidores da USP, promovam atividades de extensão em suas áreas de especialização.

O reitor da USP, professor Vahan Agopyan, destaca que a proposta segue exemplos no exterior e visa ampliar a interação social. "As universidades do mundo todo têm se debruçado na importante discussão sobre a terceira missão das instituições, que vai além das ações de extensão universitária. Hoje é essencial a contribuição das universidades na criação de conhecimentos que contribuam para elevar o bem-estar humano e a sustentabilidade e, durante a pandemia da covid-19, esses esforços se tornaram mais evidentes", afirma.

Para a pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária, professora Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, o aspecto social do projeto foi decisivo para sua implementação. "As unidades móveis 'USP na Comunidade' representam a concretização de um esforço conjunto. São duas carretas para a USP estabelecer uma via de mão dupla com a sociedade, oferecendo à população atividades que transmitem o conhecimento e a excelência do que produzimos na Universidade, buscando uma sincronia relevante com a comunidade e, mais do que isto, oferecendo ações que impactam positivamente na vida das pessoas."

A unidade móvel "Saúde e Ciência" vai promover testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites com os visitantes. O Centro de Referência em Alimentação e Nutrição (CRNutri) da Faculdade de Saúde Pública da USP vai exibir filmes e distribuir materiais educativos sobre alimentação sustentável e plantas alimentícias não convencionais. Também serão realizadas oficinas de biossegurança sobre a Covid-19 e uma roda de conversa sobre a prevenção do HIV com a parceria do Unaids no sábado (28), a partir das 10h.

Já a unidade móvel "Cultura e Educação" vai oferecer atividades interativas com objetos do projeto Matemateca. O acervo do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP provoca a curiosidade dos visitantes a partir de peças criativas e desafiantes.

A inauguração, na Praça da Sombra do Memorial da América Latina, seguirá todos os protocolos sanitários para que o público em geral participe de ações variadas e totalmente gratuitas. Para Jorge Damião, presidente do Memorial da América Latina, "A parceria do Memorial da América Latina com a USP para o lançamento do projeto 'USP na comunidade' vem ao encontro à proposta da instituição de procurar atender cada vez mais a população e a comunidade em seu entorno. Desejamos vida longa a iniciativa."

Os veículos são equipados com salas de aula e reuniões e transportam uma grande variedade de materiais didáticos e científicos.

Serviço:

Inauguração do projeto USP na Comunidade - Unidades Móveis
De 26 a 29 de agosto, das 10h às 16h
Abertura Oficial: dia 26, às 10h30
Memorial da América Latina
Av. Auro soares de Moura Andrade, 664, Praça da Sombra, ao lado do Prédio da Administração
Acesso pelos portões 8 e 9

CAMI - Live América Indígena: Identidades e Resistências

Publicidade

Deixe um comentário