LIVE - Seres humanos não são mercadoria: Diga não ao tráfico de pessoas

Quais são os principais fatores de vulnerabilidade que permitem que um ser humano seja comercializado, escravizado, explorado e tenha sua vida privada? Estas e outras questões foram abordadas na LIVE que aconteceu na sexta-feira, 23 de julho, às 19h.

Publicado em

Quais são os principais fatores de vulnerabilidade que permitem que um ser humano seja comercializado, escravizado, explorado e tenha sua vida privada?

Está chegando o Dia mundial contra o tráfico de pessoas (30 de julho) e o CAMI - Centro de Apoio e Pastoral do Migrante - transmitirá, nesta sexta-feira, 23 de julho, às 19h, um debate sobre os direitos humanos fundamentais, a prevenção do trabalho escravo e combate ao tráfico de pessoas.
Acompanhe pelo facebook e youtube do CAMI. Participarão:

facebook: https://bit.ly/36QH1AG
YouTube: youtube.com

PARTICIPARÃO

Roque Pattussi
Diretor executivo do CAMI - Centro de Apoio e Pastoral do Migrante;

Catarina Von Zuben
(Coordenadoria Nacional de Combate e Erradicação do Trabalho Escravo), do Ministério Público do Trabalho);

Veronica Freire

Coordenadora do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (NETP);

Bryan Rodas

Comissão Municipal de Erradicação do Trabalho Escravo (COMTRAE) e Conselho Municipal de Imigrantes;

Bruna Lima
Pós graduada em direito penal e processo penal, pesquisadora sobre o tráfico de pessoas.

CAMI - Live América Indígena: Identidades e Resistências

Publicidade

Deixe um comentário