Investigador docente boliviano traz cosmopolíticas do bem-viver para SP

O encontro com o acadêmico aymara Simón Yampara Huarachi, teve como pauta principal a visão contemporânea da cosmo-convivência. Relevando as propriedades dos povos andinos numa sociedade atual que ultrapassa fronteiras.

Publicado em

A valorização das peculiaridades únicas da folha sagrada da coca foram pauta do diálogo, mencionando incisivamente que a planta tem mais valores agregados para o ser humano que a simplificação e qualificação errada de ser uma droga. 

O professor Simón Yampara, aproveitou o encontro para realizar o apelo de uma convivência menos materialista para os brasileiros e imigrantes que moram no Brasil.

A organização do encontro foi possível graças a articulação dos Coletivos Collasuyo Maya, Equipe de Base Warmis-Convergência das Culturas, com apoio do Centro cultural SP.

Beatriz, boliviana componente dos dois coletivos organizadores do evento foi responsável de expor a diversidade gastronômica dos andes reportando as propriedades alimentícias dos cereais, tubérculos, e outras caraterísticas dos países andinos.


SIMÓN YAPARA HUARACHI

Aymara, comunitário, acadêmico e investigador docente universitário. Nasceu no Ayllu Jach’a Chambi Município Papelpampa, prov. G. Villarroel do departamento de La Paz-Bolívia. Combina seu trabalho: comunitário agricultor, parte das famílias da Saya Saraqa Jach’a Yampara do Ayllu Jach’a Chambi, docente universitário da Universidade Pública de El Alto UPEA, UMSA, com programas de pôs gradação em diferentes universidades com a relação no espaço urbano e rural sobre tudo a vivencia do ayllu motiva a permanente investigação do processo e dinâmicas de sistemas de vida, paradigmas de vida dos ayllus andinos e a convivência com o pluriverso dos mundos bióticos. Estudo, sociólogo de formação, com vários diplomas com especialização, mestria em educação superior e projetos, doutorado em Ciência, Tecnologia, Humanidades, menção Perspectivas Epistemológicas e Construção de Conhecimentos na UPEA em convenio com as universidades de Chapingo de México e Bremen na Alemanha.

A palestra aconteceu na tarde de quinta-feira 19 de setembro de 2019, nas instalações do Centro Cultural SP no bairro do Paraíso em São Paulo – SP – Brasil.

Deixe um comentário