Imigrantes bolivianos homenagearam a Virgem de Cotoca no bairro do Pari em SP

A Virgem de Cotoca padroeira de “Santa Cruz de la Sierra”, foi venerada por imigrantes “cruceños” na paróquia Santo Antônio do Pari no bairro histórico da migração boliviana na capital paulista.

Publicado em

Omar Melgar Calderon presidente do CERECRU, contou a história da virgem de Cotoca para os fiéis composto por fieis bolivianos e brasileiros. 

Após a celebração ecumênica a imagem da santa boliviana foi transportada por dentro da igreja, para na sequencia ser empossada no salão de eventos da paróquia, com direito a danças regionais do departamento de “Santa Cruz de la Sierra”. 
 
A Virgem de Cotoca a partir deste (5) de dezembro de 2020 acompanhará as imagens das virgens de Copacabana e Urkupiña respetivamente no altar dedicada as padroeiras da Bolívia na paróquia Santo Antônio do Pari. 


Fotos - Antonio Andrade - Bolívia Cultural & Planeta América Latina.


A celebração ecumênica foi celebrada pelo pároco Frei Wilson Batista Simão.

O evento religioso foi promovido pela Associação CERECRU, na tarde de sábado (5) de dezembro de 2020

Publicidade
Publicidade

Deixe um comentário