Família procura qualificação de FEMINICÍDIO no crime contra Danyela Rodriguez na Bolívia.

Foi a ativista María Galindo que pautou o caso de indignação, já que o caso foi qualificado como assassinato e não como feminicídio. A reunião com a "Fiscalía Departamental" na cidade de La Paz aconteceu na tarde de (27) de abril de 2022.

Publicado em

A contradição por parte do fiscal Cristhian Fernando Copa Salguero, é contraditório com a exposta pela policia boliviana:
A Polícia apurou que a morte de Danyela Rodriguez López. foi feminicídio e prendeu seu companheiro e duas amigas em comum. O feminicídio ocorrido no domingo 17/04/22 na cidade de La Paz foi inicialmente classificado como "morte por homicídio de pessoa".

A família de Daniela esteve presente na reunião com a "Fiscalía Departamental". A emoção foi notável no sofrimento do pai de Daniela, que não conseguiu se manifestar pela dor comovente.

Assista a entrevista completa, junto a outros casos que mostram deficiências da "Fiscalía Departamental" na cidade de La Paz na Bolívia.

fonte: RADIO DESEO 103.3

Vejá como foia a captura dos acusados:

Família procura qualificação de FEMINICÍDIO no crime contra Danyela Rodriguez na Bolívia.
Polícia boliviana classifica morte de Daniela como feminicídio e apreende seu companheiro e duas amigas

A Polícia apurou que a morte de Daniela Rodriguez López. foi feminicídio e prendeu seu companheiro e duas amigas em comum. O evento ocorrido no domingo 17/04 na cidade de La Paz foi inicialmente classificado como "morte por homicídio de pessoa".

VEJA TAMBÉM
Consulado boliviano atende neste sábado 12 de março de 2022
Mulher policial (GCM) pede para as imigrantes denunciar a violência contra elas
Consulado boliviano atende neste sábado 12 de março de 2022

Publicidade

Deixe um comentário