Bolívia toma banho de ouro em Assunção

A delegação boliviana conquistou 7 medalhas de ouro, 12 de prata e 4 de bronze no Campeonato Nacional de Natação, competição que terminou no fim de semana em Assunção, no Paraguai. O nadador Gabriel Castillo bateu dois recordes nacionais absolutos e marcou presença em dois eventos internacionais.

Publicado em
Bolívia toma banho de ouro em Assunção

A Bolívia participou com 13 nadadores: Karen Torrez, Castillo, Daniela Aguilar, Daniel e Iván Bernal, Estela Durán, Mariana González, Mateo Linares, Danna Lizárraga, Camila Meneses, Ignacio Pardo, Fabián e Silvana Quiroga.

Os sete metais de ouro foram obtidos por: Aguilar (na categoria de caixa de 200, 100 e 50 metros 17-18 anos); Torrez (100 e 50 borboletas maiores); Bernal (400 combinados 13 anos); e González (800 idosos grátis).

As 12 pratas foram conquistadas por: Torrez (100 e 50 livres, tanto em Maior como em Absoluto; 100 e 50 Borboleta Absoluta); Castillo (50 costas principais e absolutas); González (1.500 e 400 Seniores grátis); Durán (50 peito 15-16 anos); e Aguilar (200 baús absolutos).

Já os quatro bronzes foram obra de: Castillo (100 seniores traseiros), Durán (50 mariposas 15-16 anos), Bernal (200 mariposas 13-14 anos) e González (200 seniores grátis), segundo os dados de um dos os treinadores da delegação nacional: Yassir Abdalla.

Castillo também quebrou dois recordes nacionais absolutos. A primeira foi em 100 nado costas com tempo de 58 segundos e 18 centésimos; Superou a marca que ele mesmo tinha desde 12 de junho de 2019 durante a Copa Julio Maglione (58 ”40). O segundo foi em 50 nado costas ao fazer 26 ”43, que ultrapassou os 26” 67 que ele próprio tinha desde 24 de abril de 2019 no Campeonato Nacional de Apertura.

Também conquistou as marcas do Absoluto Sul-Americano da Argentina em 2021 (de 16 a 20 de março) e dos Jogos Pan-Americanos Juvenis da Colômbia no ano seguinte (de 5 a 9 de junho).

fonte: eldiario.net

Publicidade
Publicidade

Deixe um comentário