Libanesa se faz viral nas redes sociais preparando asaborosa Salteña boliviana

TIK Toker Libanesa Abrir Sag preparou a "Salteña"(salgado tradicional da Bolívia) repercutindo na rede mundial de computadores ao som da música "LLORANDO SE FUE" do grupo folclórico "LOS KJARKAS".

Publicado em
Libanesa se faz viral nas redes sociais preparando asaborosa  Salteña boliviana

Tanya Imaña Serrano 13/2/2022

A salteña viraliza no TikTok, preparada por um libanês

A jovem é conhecida naquela plataforma por preparar receitas de diversos países do mundo. O vídeo da salteña obteve dois milhões de visualizações em dois dias.

Dois milhões de visualizações e quase 10 mil comentários obtiveram, em dois dias, o vídeo TikTok de Abir Saghir preparando salteña. A jovem libanesa é reconhecida nessa plataforma por mostrar a gastronomia de vários países.

Com "Llorando se fue", do grupo boliviano "Los Kjarkas", como música de fundo, a jovem tiktoker mostra o processo de preparação da salteña boliviana, vídeo que foi pedido por um de seus seguidores.

“Tem que ir para a Bolívia então, para comer salteñas!", diz um usuário costarriquenho, nos comentários, enquanto outras pessoas da Colômbia, Argentina, Venezuela, Peru, Chile, México e outros países elogiam tanto a gastronomia quanto os bolivianos. Entre os comentários, não faltam pessoas que apontam que a salteña preparada pela Abir carece de alguns ingredientes, como azeitonas.

Outros comentários referem-se ao trabalho de pesquisa que Abir Saghir realiza antes de apresentar um prato típico de um determinado país.

Nas últimas semanas, a Abir apresentou pratos de países da América Latina, como Equador, Colômbia, Chile, Panamá, Costa Rica, México, Porto Rico.

Em sua conta do TikTok, você também pode encontrar outros tipos de receitas, como o bolo que preparou para o irmão ou a sugestão de panquecas para comemorar o Dia dos Namorados.

fonte: eldeber.com.bo

VEJA TAMBÉM
Libanesa se faz viral nas redes sociais preparando a Salteña boliviana
Mulher policial (GCM) pede para as imigrantes denunciar a violência contra elas

Publicidade

Deixe um comentário