A manutenção e colocação de marcos na fronteira com a Bolívia e Brasil avança

Funcionários da Comissão Nacional de Demarcação de Fronteiras (CNDL) realizaram este ano diversas obras de colocação e manutenção de marcos na fronteira com a Bolívia e o Brasil.

Publicado em
A manutenção e colocação de marcos na fronteira com a Bolívia e Brasil avança

A Comissão Nacional de Demarcação de Fronteiras (CNDL), dependente do ministério de relações exteriores, informou por meio de suas redes sociais nesta quinta-feira que este ano foram feitas atualizações das coordenadas oficiais de 6 dos 10 principais marcos da fronteira binacional com a Bolívia.

Por outro lado, concluiu a colocação de 11 marcos da segunda ordem, na seção do marco III e marco IV.

Também deu continuidade à manutenção dos marcos de segunda ordem no trecho entre os marcos Cabecera del Arroyo Estrella e Monumental, correspondentes ao primeiro setor da fronteira seca entre o Paraguai e o Brasil.

Essas obras foram realizadas no marco das disposições do regulamento relativo ao estudo, demarcação, demarcação, caracterização, registro e fiscalização das fronteiras do Estado Paraguaio, no decorrer de 2021.

As tarefas com a Bolívia começaram no dia 19 de julho e terminaram no dia 2 de agosto. Participaram funcionários da CNDL e da Comissão Nacional de Soberania e Limites da Bolívia (Conasoli), de acordo com o disposto na Ata da Reunião Plenária da Comissão Mista de Demarcação de Fronteiras Paraguaio-Boliviana, assinada em novembro de 2019.

Já a manutenção e reparação de marcos do setor da fronteira seca com o Brasil foram realizadas de 24 de maio a 12 de junho, em conjunto com autoridades brasileiras.

(A colocação e manutenção de marcos na fronteira com a Bolívia e o Brasil foram realizadas este ano. Foto: @cndl_mre)

fonte: ultimahora.com

Publicidade
Publicidade

Deixe um comentário