23 de março Dia Del Mar Boliviano!

Por: Da Redação
Share |


 

 

O mar, fonte de alimento e lar de uma incrível biodiversidade, que recobre cerca de 71% do planeta... Tem seu dia no calendário mundial, sendo marcada duas vezes no calendário boliviano. O dia 23 de março é uma destas datas; o Dia Del Mar!

De acordo com o atual mapa, o país não tem saída para o oceano, mas no passado a área marítima boliviana se compunha de 120 mil quilômetros quadrados, em média, ao longo da Costa do Pacifico.

A perda da saída para o mar, a constante discussão de vir a tê-la novamente marcam este dia na Bolívia. A data vem da Guerra do Pacífico, conflito ocorrido de 1879 a 1883, entre o Chile e às forças conjuntas da Bolívia e do Peru.

Cujo final foi o Chile anexar ricas áreas em recursos naturais de ambos os países derrotados. O Peru perdeu a província de Tarapacá e a Bolívia teve de ceder à província de Antofagasta, ficando sem saída soberana para o mar, o que se tornou uma área de fricção na América do Sul, chegando até os dias atuais, e que é para a Bolívia uma questão nacional (a recuperação do acesso ao oceano Pacífico consta como um objetivo nacional boliviano em sua atual constituição).

 

 

 

 

A Guerra do Pacifico e o dia del mar



O conflito começou como uma disputa de fronteira territorial após a queda do colonialismo espanhol, no processo de tornarem-se nações independentes; que depois de 1832 se tornou uma série de interesses políticos, militares e econômicos que resultaram em um confronto.

O que iniciou o conflito foi a intenção da Bolívia de cobrar um imposto de 10 por cento de 100 quilos de nitrato de potássio (salitre), colhidas por empresas chilenas no deserto de Atacama. O governo chileno não aceitou esta decisão e ordenou que suas tropas invadissem a região boliviana de Antofagasta e Calama, onde a Bolívia não tinha qualquer presença militar e a maioria da população era de origem chilena.

É por causa da batalha de Calama, que hoje se comemora o Dia do mar. Pois, com pouco menos de uma centena de soldados, os comandante Eduardo Abaroa (da Bolívia) e Ladislao Cabrera (Peru) enfrentou mais de 500 soldados chilenos.

Abaroa estava obstinado na defesa de uma pequena ponte sobre o rio Topáter, quando em 23 março de 1879 os chilenos ordenaram sua rendição, ao que ele respondeu  "Eu, me entregar? Diga a sua avó que se renda!" Ao ele foi prontamente morto a tiros.

Chile derrotou as tropas bolivianas e peruanas, ganhando a batalha. Seu exército era melhor equipados e derrotou a Bolívia definitivamente no Alto de la Alianza Batalha em 26 de maio de 1880. A Bolívia se retirou da guerra, que em última análise, durou até 1883. Durante esse tempo, o Chile também derrotou o Peru.

Em 1904 um acordo de três vias foi assinado. De acordo com o tratado, a Bolívia cedeu seus territórios costeiros para o Chile. Este tratado permanece válido ainda hoje, embora mais de 120 anos depois, a Bolívia continua a insistir na sua revisão e Chile continua a resistir a fazê-lo.

Hoje esta data é celebrada com atos solenes em todo o país. Uma oferenda floral é feita a estátua do herói da Topáter (Eduardo Abaroa Plaza) em La Paz. Depois é a vez dos desfiles pelas crianças, escolas e militares. Todas as cidades importantes em Bolívia tem uma praça o nome de Eduardo Abaroa, portanto, atos solenes semelhantes são realizados a nível nacional.

Além disso, o território perdido da Bolívia também é comemorado durante concursos de beleza nacional, existindo a competição para Miss Litoral.

 

 

 

Bolivia inicia actos festivos recordando el Día del Mar

Por Anf - Agencia - 22/03/2011

 

LA PAZ

 

En conmemoración al 132 Aniversario de la Defensa de Calama, celebrada cada 23 de marzo, autoridades de los órganos Ejecutivo, Legislativo y Judicial, además de miembros de las Fuerzas Armadas, Policía Boliviana, personal de instituciones departamentales, municipales, cívicas y culturales, entre otras, participaran de los actos conmemorativos al Día del Mar durante el 22 y 23 del presente mes.

 

Las actividades, en las que se recuerda la pérdida de la soberanía marítima a manos de Chile, darán inicio con el traslado de los restos del Héroe del Topáter, Eduardo Abaroa, desde Plaza San Francisco hacia la Plaza Abaroa este martes 22 de marzo a las 18:00 horas en la sede de Gobierno, seguido de un desfile cívico - militar y el tradicional desfile de teas.

 

Los actos oficiales se desarrollarán el miércoles 23 de marzo desde las 07:30 horas la mañana con la entrega de ofrendas florales a los pies del monumento a Eduardo Abaroa, lugar donde el presidente, Evo Morales Ayma emitirá su mensaje al país, para luego proseguir con el desfile cívico - militar.

 

El cronograma de actividades es el siguiente:

 

Martes 22 de marzo:

 

- 18:00 horas: Traslado de Urnas y Desfile de teas,   (Inicia en Plaza San Francisco con rumbo hacia Plaza Abaroa)    

- 18:30 horas: Bendición de la Urna y traslado rumbo a Plaza Abaroa. 

- 19:00 horas: Desfile Cívico - Militar.

 

Miércoles 23 de marzo de 201

 

- 07:30 a 10:15 horas: Ofrendas florales en Plaza Abaroa.

- 10:20 horas:  Llegada del Presidente Evo Morales a Plaza Abaroa. 

- 10:30 horas: Inicio de acto central con la iza de la enseña Patria y encendido de la llama votiva a cargo del Jefe de Estado, seguido del mensaje presidencial y desfile cívico - militar.

 

Fonte: lostiempos.com

 

 

 

 

 

 


Fonte:

Bolívia Cultural


Share |


1 - 1 de 1 comentarios
fernando
Postado em 22/03/2013
dia de... Veja mais

Add Comentário
Nome
Email
Menssagem
 


Resolução Mínima de 800x600 Copyright © 2009 - 2014, BOLÍVIA CULTURAL 2014
Um produto de Planeta América Latina - Produzido por MidiaMix Ltda e Setap Comunicação.