Xenofobia - a porta da ignorância nas redes sociais

Por: Da Redação - São Paulo - 20/11/2015 15:52:00
Share |


 

 



Internautas do mundo tem usado as redes sociais para promover campanhas de superação da humanidade, mesmo sem conhecer o atendido do outro lado do mundo elas tem ajudado a salvar vidas e futuros mais dignos a milhões de pessoas no planeta.



Lamentavelmente existem pessoas que usam estas ferramentas para outros objetivos, promovendo clichês da ignorância humana. Este tipo de comentários e campanhas ferem o principal direito do ser humano, o direito a vida.

 

Um exemplo negativo aconteceu nesta quinta feria (20) de novembro de 2015, comentários xenófobos direcionados a imigrantes bolivianos frequentadores da Rua Coimbra (Brás), Rua que recentemente foi declarada pela prefeitura, patrimônio da comunidade boliviana em São Paulo.

O comentário aconteceu no post - Rua Coimbra agora é, oficialmente, patrimônio do povo boliviano em SP - uma internauta que será chamada pelo pseudônimo de (Ana) replicou o post no seu facebook pessoal, com o seguinte titulo "Enquanto isso o prefeitinho incompetente acaba com o patrimônio do Paulistano" imediatamente o post recebe curtidas e o comentário de outra internauta "E a gente paga iptu pra sustentar esses invasores"

No mesmo dia Ana também comentou o post da página Planeta América Latina no facebook. O post relembra (1) ano em que o prefeito Haddad visitou os imigrantes bolivianos na festa da independência celebrada na cidade de São Paulo no Memorial da América Latina. Na foto do post o prefeito Fernando Haddad abraça imigrantes bolivianos com o título - Sua xenofobia bate no amor que existe em SP e volta - O comentário de Ana "Ele quer somente os votos de vcs, pq o povo de São Paulo não vota nele", imediatamente imigrantes replicam "Nós não temos direito ao voto"… a seguir Ana acusa o prefeito Haddad de estar preparando títulos eleitorais para os bolivianos "...Falo do voto porque já ouvi dele mesmo que ira conseguir título eleitoral para todos…" finaliza dizendo "Espero que a colônia tenha sucesso." contradizendo-se, pois em outro post ela incentiva comentários negativos na R. Coimbra.


Resposta aos comentários xenófobos e incoerentes da Internauta Ana.



 

1) O Imigrante boliviano pode votar no Brasil?

Pela constituição brasileira, imigrantes não podem votar no ambiente, municipal, estadual nem federal.

 

 

2) O Imigrante paga IPTU?

Todo pessoa que alugue um imóvel, seja brasileiro ou imigrante, paga o Imposto Predial e Territorial Urbano, um imposto municipal que incide sobre todos os tipos de imóveis – casas, lojas, terrenos, prédios comerciais e industriais e outros. O fato de ser imigrante não o exclui desta responsabilidade.



3) O Imigrante boliviano aporta na economia brasileira?

a) A grande maioria dos Imigrantes bolivianos fazem parte da cadeia produtiva que gera 140 bilhões de reais por ano no Brasil.

Os bolivianos ocupam espaço estratégico na cadeia produtiva têxtil e de vestiário, influenciando e participando do crescimento econômico brasileiro no mercado mundial - “...Nos últimos dez anos, o faturamento quadruplicou, e chegou a 140 bilhões de reais em 2013, segundo a consultoria Euromonitor. Nesse período, o mercado brasileiro saiu da 14a para a oitava posição entre os maiores do mundo... fonte EXAME.COM

Com a queda do mercado brasileiro o faturamento da indústria têxtil e de confecção caiu 5% no Brasil, em 2014, na comparação com o ano anterior”. fonte G1


b) Mercado da moda movimenta turismo no Brasil

O mercado de vestuário brasileiro vem se colocando como uma força capaz de atrair turistas de todo o Brasil. Parte considerável dos viajantes que se deslocam pelo país são motivados, especialmente, pela possibilidade de comprar. São turistas à procura de peças de vestuário, cama, mesa e banho e calçados, para consumo próprio ou revenda em seus destinos de origem.

A grande demanda se explica pela força do setor têxtil no país. O Brasil tem a quinta maior indústria do mundo e a quarta maior de confecções, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção. Além de produzir, o país também está entre os oito maiores mercados consumidores do segmento.


Os compradores são, muitas vezes, viajantes que gastam além daquilo que os turistas comuns normalmente gastam. Mesmo aqueles que viajam para conhecer um novo destino investem uma parcela significativa do orçamento da viagem para as compras, de acordo com uma pesquisa do Ministério do Turismo. A aquisição de produtos durante a viagem consome 12,7% do valor reservado ao passeio e esse gasto é significativamente maior quando o intuito principal da viagem é a compra.
fonte ABEOC BRASIL

 

 

4) Regularizar a Rua Coimbra, acaba com o patrimônio paulistano?

São Paulo é uma cidade construída por imigrantes, Alemães, Italianos, Japoneses, Portugueses, e atualmente os bolivianos tem ocupado um espaço considerável no desenvolvimento da cidade e do brasil. Organizar e ocupar os espaços públicos aportando culturalmente e socialmente o crescimento da cidade é um direito que a cultura boliviana tem, ao igual que outras tiveram e terão.



O que é Xenofobia


Xenofobia é o nome dado para a aversão a tudo que seja estrangeiro, incluindo coisas, comportamentos e até mesmo pessoas vindas de outro país.


A palavra xenofobia deriva do grego “xeno” cujos significados são “estranho, estrangeiro” e “phobia”, que significa medo. Em meados do século XVII, no entanto, o conceito de xenofobia era o mesmo utilizado para determinar o que atualmente chamamos de “agorafobia”, que é o medo de lugares abertos ou o contato com muitas pessoas.


A xenofobia é a discriminação de diferentes culturas e pessoas, vindas de outro país. O xenofóbico possui verdadeira ojeriza ao que é estrangeiro e não gosta nem socializa com pessoas de outro lugar.


O preconceito gerado pela xenofobia e comportamentos xenofóbicos é prejudicial a diversas culturas e países, gerando conflitos e até mesmo situações de instabilidade e guerra.

 


Transtorno psiquiátrico


Quando o quadro de xenofobia é extremamente forte e impossibilita a convivência saudável entre pessoas, é recomendado até mesmo tratamento para o transtorno psiquiátrico.


Nesse sentido, o xenofóbico tem medo extremo do que é novo, evita situações de socialização e teme locais onde terá de enfrentar condições desconhecidas por si.
O tratamento é feito com terapia comportamental e exposição a situações que lhe causam terror, para a conscientização de que esses eventos não são arriscados ou perigosos quanto o paciente acha que são.

 


Xenofobia e Racismo


Algumas pessoas chegam a confundir xenofobia com racismo; porém, eles são conceitos diferentes, visto que em xenofobia o medo e a rejeição ocorrem a pessoas estrangeiras ou coisas de outro país, independente da raça e etnia da pessoa.


Já o racismo pode até mesmo ocorrer entre conterrâneos, por ser motivado pela discriminação racial e não pelo local de nascimento da pessoa.


O antônimo (contrário) de xenofobia é xenofilia, expressão também advinda do grego, dessa vez com sufixo originado a partir de “philia”, que significa apego, amor e amizade.

 

 

 



Fernando Haddad prefeito de São Paul, comentou a frase xenófoba publicada nas redes sociais, onde imigrantes bolivianos são chamados de "invasores"




"O paulistano não pensa assim, até por que somos filhos de imigrantes uma grande maioria dos paulistanos tem pais avôs vindos de toras partes do brasil e o mundo, então não faz maior sentido este tipo comentários numa cidade tão cosmopolita quanto a nossa. O imigrante e sempre bem vindo em qualquer lugar do mundo por que traz riqueza cultural e material. A cidade de São Paulo e a cidade dos mil povos, sempre tem espaço…" quando referido novamente ao comentário xenófobo, o prefeito complementou, "…Isso não faz parte do ideário do paulistano... o paulistano sabe muito bem como a cidade foi construída".

 



Fernando Haddad, prefeito de São Paulo 26/12/2015  (entrevista ao Bolívia Cultural).

 

 



 

 


Fonte:

Bolívia Cultural


Share |


1 - 0 de 0 comentarios

Não existem comentários no momento.

Add Comentário
Nome
Email
Menssagem
 


Resolução Mínima de 800x600 Copyright © 2009 - 2018, BOLÍVIA CULTURAL 2018
Um produto de Planeta América Latina - Produzido por MidiaMix Ltda e Setap Comunicação.