hollister online hollister wien abercrombie and fitch wien abercrombie wien adidas superstar adidas superstar damen belstaff lederjacke belstaff sale belstaff outlet salzburg woolrich parka woolrich arctic parka woolrich sale peuterey jacken peuterey sale peuterey jacken herren
Família de bolivianos é encontrada morta na Grande São Paulo - Bolívia Cultural

Bolívia Cultural - Eventos, Promoções e Novidades!

Confira os eventos, promoções e novidades em sua cidade. Aqui, no Bolívia Cultural!

Família de bolivianos é encontrada morta na Grande São Paulo

Família de bolivianos é encontrada morta na Grande São Paulo

Principal suspeito do crime é o primo do casal, que está desaparecido desde o dia 27 de dezembro


Alberto Rinaldi, da Agência Record
09/01/2019 - 03h09 (Atualizado em 09/01/2019 - 06h16)


Uma família de bolivianos foi encontrada morta em uma residência, no Jardim Paineira, em Itaquaquecetuba, na Região Metropolitana de São Paulo, no fim da tarde desta terça-feira (8).

Família estava desaparecida desde 23 de dezembro
Reprodução/Facebook

De acordo com informações da equipe da RecordTV, a família de bolivianos estava desaparecida desde o dia 23 de dezembro. Irma Morante Sanizo, Jesus Reynaldo Condori Roque e uma criança de 8 anos foram achados sem vida, escondidos dentro de sacos.

Um primo do casal é o principal suspeito do crime. Ele tinha uma loja com os primos, no bairro da Penha, na zona leste da capital, e todos moravam no mesmo bairro.



 

Após uma briga, por causa das contas do negócio, o casal e a criança sumiram. No dia 27, o primo teria aparecido bêbado com o menino. Ele disse para a mulher que levaria a criança de volta para os pais. Ele pegou todos os pertences dos primos e levou para Itaquaquecetuba, onde alugou uma casa.

A mulher do suspeito comentou que ele chamou dois amigos para ajudar na mudança.

Um dos ajudantes, chamado Miguel, que também é amigo da família, foi com a mulher do suspeito e a polícia até a casa de Roberto, o segundo ajudante. No imóvel, os policiais localizaram um celular que pertence a um dos desaparecidos.

Roberto levou Miguel, a mulher do suspeito e os policiais até o local do crime, já que mora próximo ao imóvel. A casa, onde foi localizado o corpo, fica nos fundos. No local, os agentes localizaram os sacos com os corpos. A polícia acionou a perícia que confirmou que eram da familia de bolivianos.

Roberto e Miguel estão prestando depoimento à polícia. Eles dizem não saber de nada sobre o crime. Já o suspeito do crime segue desaparecido desde o dia 27.

O caso deve ser registrado na Delegacia Central de Itaquaquecetuba.



fonte: noticias.r7.com


 

 





Documento de identidade do presunto assasino da família boliviana